CRCES realiza evento comemorativo ao dia do Profissional da Contabilidade

A manhã de sexta-feira (20/4) começou com um especial evento no auditório do Conselho Regional de Contabilidade do Espírito Santo (CRCES). Em virtude da comemoração do dia do profissional da contabilidade, celebrado dia 25 de abril, o Regional promoveu uma enriquecedora palestra para os profissionais.

O evento teve como anfitrião o presidente do CRCES, Roberto Schulze que recepcionou os profissionais e os parabenizou, para abrir esta programação comemorativa. Durante a saudação de boas-vindas, o presidente falou sobre as principais propostas que irão marcar sua gestão, incluindo a valorização do conhecimento e o orgulho de ser contador.

‚ÄúSe queremos ser valorizados como profissionais, precisamos demonstrar cada vez mais que somos profissionais diferenciados. H√° muito tempo n√£o somos somente contadores. Somos profissionais com m√ļltiplos conhecimentos. √Č assim que nosso cliente nos v√™: somos contadores, consultores, confidentes, psic√≥logos, padres ou pastores. Somos parceiros, ou seja, o cliente nos v√™ com mil e umas utilidades‚ÄĚ, explicou Roberto Schulze.

A import√Ęncia da contabilidade no momento de crise econ√īmica no Brasil ganhou destaque especial no discurso do presidente, que ressaltou a necessidade dos profissionais cont√°beis na recupera√ß√£o e retomada do crescimento do Pa√≠s. Al√©m disso, Roberto Schulze refor√ßou que apesar da crise a profiss√£o cont√°bil continuar√° sendo importante para o desenvolvimento da sociedade.

Após a palavra de encorajamento do presidente, o palestrante da manhã, Fellipe Guerra, que também é professor e contador falou de maneira descomplicada, sobre a Divisão de Lucros e o SPED Contábil, temas muito importantes e que tem gerado preocupação para os profissionais da contabilidade.

Na abordagem desses temas, o palestrante esclareceu sobre as principais novidades do SPED Contábil, novas regras e obrigatoriedade da Escrituração Contábil Digital (ECD), distribuição de lucros, resultado fiscal e societário e os cruzamentos com a Escrituração Contábil Fiscal (ECF). E por fim, segundo o professor Fellipe Guerra, é muito importante que o profissional da contabilidade continue se qualificando para enfrentar os desafios do mercado.