CRCES alerta para vírus que muda numeração de boletos bancários

O Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Espírito Santo (CRCES) alerta para uma ameaça virtual: trata-se de um vírus que muda a numeração de boletos bancários no momento do pagamento on-line, desviando os valores para a conta de laranjas e causando transtornos para Profissionais da Contabilidade.

Depois que o usu√°rio informa o n√ļmero do boleto correto, o v√≠rus troca a numera√ß√£o pelo n√ļmero de um dos boletos gerados pelos hackers. A demora no processamento e lentid√£o na navega√ß√£o durante o pagamento do boleto podem ser ind√≠cios de infec√ß√£o pelo v√≠rus.

O CRCES j√° registrou ao menos quatro casos, nos √ļltimos dois meses, de boletos que tiveram as numera√ß√Ķes de seus c√≥digos de barras alteradas, provavelmente, por programas maliciosos (v√≠rus).

Segundo mat√©ria publicada em julho, no site UOL (Clique aqui), uma empresa de seguran√ßa eletr√īnica descobriu que uma gangue conseguiu infectar aproximadamente 192 mil computadores em todo o mundo e a maioria deles est√° no Brasil. Ainda segundo a mat√©ria, o v√≠rus espalhado pelo grupo, via e-mail, alterava a numera√ß√£o de boletos banc√°rios no momento do pagamento on-line e desviava os valores para a conta da gangue.

 

Segundo pesquisas feitas por funcionários do Conselho é possível conferir se o boleto emitido é, de fato, do cedente CRCES:

– Verifique se as tr√™s primeiras posi√ß√Ķes da numera√ß√£o do c√≥digo de barras conferem com o n√ļmero 104 (c√≥digo da CAIXA)

Verifique se os d√≠gitos de posi√ß√Ķes¬†5 a¬†9 e 11 que, conjuntamente, devem indicar o c√≥digo de cedente s√£o iguais a 258204 (cedente CRCES conta 7307-9).

 

Confira as posi√ß√Ķes que devem ser observadas na imagem abaixo:

boleto

 

√Č importante lembrar que essa confer√™ncia ajuda o usu√°rio na identifica√ß√£o do tipo de v√≠rus aqui abordado, mas, o mais indicado √© que o profissional, que for pagar um boleto pela Internet, tenha a certeza de que o est√° fazendo por meio de um computador seguro. Afinal, podem existir outros tipos de artif√≠cios maliciosos que, mesmo n√£o alterando a numera√ß√£o do c√≥digo de barras de um boleto, transfiram o valor de seu pagamento para contas de laranjas.

 

Como se prevenir dessa ameaça

– Utilize sempre as melhores solu√ß√Ķes de seguran√ßa do mercado;

– Mantenha seu sistema e softwares sempre atualizados;

– Utilize sempre o mesmo navegador para acessar a conta banc√°ria e use somente para essa finalidade;

– Evite instalar programas desconhecidos;

– Sempre desconfie de e-mails que solicitem algum tipo de acesso no corpo da mensagem

 

Como proceder se você já foi vítima

РReveja a solução de segurança atual utilizada, se houve infecção pelo vírus, a mesma é falha ou está desatualizada;

– Atualize os softwares;

РMantenha-se informado sobre ameaças virtuais e como agem, para evitá-las.

 

Caso tenha sido vítima desse tipo de vírus procure sua agência bancária para que tentem rastrear a destinação do dinheiro. E lembre-se: manter o computador sempre seguro é a garantia para que vírus como esse não façam mais vítimas.

 

Por Fernanda Rossi РAssessora de comunicação CRCES